sábado, 11 de março de 2017

Ciberinsegurança: ataques de todos os lados!



Se você se sente seguro, certamente está enganado. Como diria aquele homem da propaganda: "sabe de nada, inocente!"
"Com a internet das coisas (tudo conectado com tudo, da porta da casa à geladeira, do computador ao self-driving car), a rede de vigilância e intromissão na vida dos outros apenas se expandirá. Ninguém mais será apenas ele mesmo. Parodiando Ortega Y Gasset[5], “eu serei eu e os meus apetrechos tecnológicos”. Ou eu serei eu e minhas conexões. O ser físico e real imergirá de cabeça no virtual, transformando-se num incontrolável conjunto de conexões com o sistema mundo. Por essas portas de dupla via, o ser se desnudará por inteiro e receberá do entorno influxos que não estará capacitado a tratar? Parece que sim."
Leia mais no meu artigo do Empório do Direito: http://emporiododireito.com.br/serie-ciberseguranca-iii/